Super live da Vércer mostra a importância da inteligência analítica para alavancar o varejo
Super live da Vércer mostra a importância da inteligência analítica para alavancar o varejo

Super live da Vércer mostra a importância da inteligência analítica para alavancar o varejo

Categoria: Varejo | Autor: Vércer | Data: 13.11.2020

No dia 07 de outubro, a Vércer realizou mais uma super live especial, sobre a importância de analisar e saber interpretar os dados, do ponto de vista estratégico e comercial, com a participação do CEO da Vércer Farias Souza e do Diretor de Marketing da Boltis, Marcelo Alves.

 

Os dois debateram como os dados podem revelar as movimentações em diferentes categorias, ajudando a compreender o comportamento do consumidor,  sua jornada em diferentes canais de compras, entre outros insights que são relevantes para o setor supermercadista.. 

 

Durante a live, Marcelo Alves destacou que há vários tipos de varejos que utilizam os dados e que para cada um deles, independente do porte, há uma gestão de dados adequada. “O varejo, no cenário nacional, pode ser encontrado em diferentes níveis e estágios de desenvolvimento no que diz respeito à análise de dados, de geração de informações. Há desde o varejo super estruturado, até o varejo que trabalha muito mais pelo entendimento e pelo conhecimento adquirido pelos muitos anos de atuação. O que nós da Boltis acreditamos, é que, para todos os níveis de informação, existe uma gestão de dados adequada, que pode ser implementada para cada um desses tipos. Então, a nossa proposta é fazer com que as empresas trabalhem cada vez mais orientadas por dados”, explica.

Ele acrescenta que ainda há muitas empresas do varejo supermercadista que não aproveitam os dados, perdendo uma oportunidade de serem mais competitivas. “Vemos muitos que ainda ignoram isso ou trabalham de forma superficial essa vantagem competitiva que poderia facilmente existir”, ressalta Marcelo Alves.

O CEO da Vércer, Farias Souza, citou que os dados fazem a diferença na tomada de decisões no varejo. “Os dados e as informações sempre estiveram no varejo, agora saber utilizar e minerar esses dados, para tomar melhores decisões, é que vai fazer a diferença e fazer o varejo ser efetivo no seu resultado de aumento e ganho de faturamento”, ressalta.

Farias acrescenta ainda que os dados auxiliam a enxergar as oportunidades e aprimorar indicadores. “Os dados também servem para mostrar quais são as oportunidades que aquele varejo tem em avançar em alguma categoria e até mesmo crescer na margem, ou seja, cada uma dessas categorias vai trazer alguns indicadores que podem ser certamente evoluídos”, pontua o CEO da Vércer.


Muitos varejistas já possuem as ações planejadas de acordo um calendário pré-definido, sem analisar os dados. “O varejo já tem o calendário do ano dele e acaba não aproveitando todas as oportunidades que os dados podem trazer”, observa Farias. 

 

A importância de saber aproveitar os dados

 

Durante a live, Marcelo Alves contou que hoje há diversas formas de colher esses dados. “Existe um oceano de dados, que são gerados para todos os lados. Hoje, a cada dia que passa, a tecnologia nos permite, com o Big Data e os machine learnings, temos uma série de possibilidades e facilidades, para extrair e buscar a informação, para fazer a análise”.

Mas, a grande dúvida de muitos supermercadistas é como saber analisar esses dados, para poder partir para a ação. Segundo Marcelo Alves, a Boltis já coleta esses dados e os apresenta de uma forma que o supermercadista compreenda o que precisa ser feito. 

 

“O grande ponto é o seguinte: tenho a informação, mas faço o que com isso?Já ouvimos muito isso. O que temos colocado é isso: trazer simplicidade e objetividade, além da informação pronta, para que, a partir de um fácil entendimento dos resultados, a ação já esteja ali, tão fácil quanto o entendimento”, explica o Diretor de Marketing da Boltis.

 

Marcelo Alves também destaca que é importante agir com velocidade e assertividade. “Olho para o resultado, entendo rapidamente o que é e sei exatamente o que fazer a partir desse resultado. Velocidade, simplicidade e assertividade são os pilares que movem o negócio”, esclarece.

 

Ele também ressalta que o supermercadista que utiliza bem os dados, consegue estar mais preparado para adversidades. “Sempre que você está estruturado e organizado, vai sofrer menos numa crise. Se você entende do seu negócio e está tomando decisões orientadas pelas informações, é muito mais fácil de reagir e antecipar tendências e estar preparado”, argumenta.

Para assistir à live na íntegra, acesse nosso canal no YouTube aqui!

Vercer

Cadastre-se em nossa newsletter

    VarejoIndústria