O Varejo orientado por dados
O Varejo orientado por dados

O Varejo orientado por dados

Categoria: Varejo | Autor: Vércer S.A. | Data: 03.01.2022

O VAREJO ORIENTADO POR DADOS: O QUE É ESSENCIAL? 

Vivemos em um mundo digital, isso é um fato, hoje com a velocidade que ocorrem as mudanças no mundo tecnológico, é imprescindível que as empresas sejam orientadas por dados, já que é impossível acompanhar só com base na experiência e realizar a tomada de decisão baseada na intuição. Porém, o grande desafio dessas organizações é justamente a quantidade de dados disponíveis. Existe um oceano de informações e as empresas estão se afogando nele sem saber o que fazer com elas. Em outras palavras, usamos muito pouco os dados no processo final e é exatamente sobre isso que o nosso webinar “O varejo orientado por dados: O que é essencial?” discutiu.  

Esse questionamento é muito pertinente, afinal, coletar os dados é muito importante, mas eles por si só não fazem milagre. É necessário utilizá-los para mudar e otimizar as rotinas da operação e do dia a dia dos varejistas, que muitas vezes possuem relatórios com indicadores, como cobertura de estoque e percentual de ruptura e perdas, mas não usam os dados para tomar decisões diárias. 


“A 
Vércer é a solução definitiva para o cadastro atualizado de produtos, que é o início de todo o processo. Se você não começa bem esse banco de dados, com ele atualizado, completo e consistente, certamente você terá problemas no futuro” diz Farias Souza, CEO da Vércer. 
 


Tão importante quanto coletar os dados, é ter colaboradores capacitados para operar e analisar de maneira estratégica essas informações, o que chamamos de alfabetização em dados, que é entender o que eles querem transmitir 
para gente. Por isso, se torna cada vez mais importante você ter pessoas treinadas para interpretar os dados coletados.
 


Muitas empresas já possuem grandes quantidades de dados que são gerados todos os dias por seus sistemas de informações. Mas será que eles estão sendo usados diariamente para 
a tomada de decisão? É preciso sempre se atentar à visualização dos dados para auxiliar nesse processo, que vai além da tecnologia, sendo necessário que o varejista desenvolva essa cultura na sua empresa. Afinal, o toque humano no varejo está longe de se tornar desnecessário.